sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

...E a BORBOLETA efim saiu de seu CASULO!!!


Enfim VOLTEI!!! Ufa! \O/

Mas calma, calma gentem que vou explicar tudinho o que aconteceu comigo desde minha última postagem certo? Muita HORA nesta calma hehehe
Farei como um diário, então separarei por data certo? Sei que o texto é longo, mas vale a pena conferir...


"Dia 14/09/208 --> Domingo!"

Pois bem, meu domingo antes da internação foi + ou menos, estava num misto de ansiedade e entorpecida também!
Acordei tarde, porque sábado fui dormir tarde.
A tarde tinha o chá de fralda da minha afilhada Lauren, na casa da minha mãe, e ajudei nos preparativos, digamos que me ajudou a ocupar a mente!
Foi tranquilo e divertido o chá da minha irmã, por volta das 18horas meu pai me buscou lá e fui para casa!

Apartir daí então começou o meu "desespero" da ansiedade!
Não consegui dormir antes das 03 da manhã, nem o tal suco de maracujá concentrado que tomei até iniciar o Jejum me ajudou! Afff


"Dia 15/09/2008 --> Segunda-feira!"

Chegamos no hospital às 06:00 da manhã, eu, meu pai, meu marido, minha filha(ela iria para a escolinha logo em seguida), minha tia Mere e meu tio Cirilo.
Fiz a baixa na portaria do hospital, e me despedi do meu pai e da minha filha, momento bem difícil para mim, já que tava tentando evitar chorar na frente dela.
Assim que ela saiu com ele, desatei em lágrimas, fui consolada pela minha tia e marido!
Logo entrei, larguei minhas bolsas na portaria, e eu e o Éder(marido) fomos aguardar numa recepção lá dentro, a minha hora de retirar as roupas e ir para o bloco cirurgico.
Enquanto aguardava, estava muito emocionada e fiquei orando bastante!

Entramos numa sala, tirei a roupa, e gardei num armário, deixei a chave com meu marido, me despedi dele com um "até depois..." segurando as lágrimas, e junto com um enfermeiro, segui numa maca até a sala.
Lá, me passaram para outra maca, começaram a enfaixar minhas pernas, logo entrou na sala, DOIS anestesistas, e em seguida meu médico cirurgião, meu "ANJO Luciano Santos", que me comprimentou e me beijou no rosto, com um sorriso lindo e tranquilizador!
Não me recor
do o tempo passado, mas acho que não demorou mais que 05 minutos e fui sedada!
Lembro que enquanto ouvia a conversa descontraída deles, pensava comigo,.."Deus me ajude nesta hora e que eu seja sedada logo..." Estava muito anciosa...
Apartir daí então, começou meu calvário...
Alguns relatos que farei aqui, vieram de amigos e familiares, sendo que muita coisa não lembro devido a medicação pesada que recebi ao longo de meus 25 dias de internação ao todo no hospital da Unimed. Sendo 19 só de UTI.


Vamos então aos fatos:

A cirurgia por vídeo foi um sucesso! Fui para a sala de recuperação e a tardinha para o quarto.
Permaneci lá por DOIS dias + ou -.
Embora não me recorde de nada, recebi inúmeras visitas de amigos e familiares, relataram-me que relativamente eu estava bem.
Acontece que apartir da metade do segudo dia(17/09/2008), comecei a apresentar problemas respiratórios, dificuldade de respirar, e fui levada as pressas para o CTI.
Não permaneci muito lá não, logo fui levada para a UTI e ENTUBADA.
Não sou médica e muito menos entendo de termos médicos, e o que conseguimos entender, hoje após muitas explicações, o que meu deu foi uma coisa parecida com "Embolia Gordurosa", repito "PARECIDA", e que is
so levou a uma "SARA" Síndrome da Angustia Resiratória de Adulto, nominho estranho porém muito GRAVE!
Dizem que pouquíssimas pessoas que chegam a desenvolver uma SARA, retornam sem nenhuma sequela.
Voltando então...
Fiquei 15 dias entubada, com sedação induzida, e meu pulmão parou de funcionar por alguns dias.
Meu pai relata que havia inúmeras aparelhagem por todo meu corpo, e que constava numa delas que elas estavam fazendo 100% da minha respiração!
Fiquei desfigurada, inchada, e com muitos hematomas.



"Dia 01/10/2008 --> Quarta-Feira!"

Ao longo destes 15 dias de entubação, a medicação e com muitas orações de muitas pessoas, até mesmo desconhecidos, meu organismo começou a dar resultados e retiraram minha entubação e sedação gradativamente.
Por alguns dias me mantive confusa, bastante confusa. Falava coisas e agia como se estivesse em outra dimensão, cheguei ao cúmulo de ofender enfermeiros, médicos, parentes e amigos.
Hoje me sinto envergonhada de muitas coisas que me contaram que falei, mas minha psicóloga e meu cirurgião disseram que é perf
eitamente compreensível sendo que eu estava sob o efeito de drogas fortes, para que eu permanecesse sedada e o tratamento fosse eficaz.
Eu não reconhecia amigos e parentes, não sabia exatamente aonde estava e porque estava ali.
Enjoava bastante a cheiros e imagens vizuais.

Estava muito irritada e muitíssimo com medo daquilo tudo. Pois ao longo que ia tomando conhecimento dos fatos, percebia que algo muito ruim havia acontecido comigo.
Achava que ia morrer, e por ter ficado muito tempo inerte, não sentia minhas pernas, tinha dores, enjoo, ânsia, tonteira.
Estava usando fraldas, e aquilo me incomodava muito!
Gentem, é extremamente constrangedor não poder fazer as coisas habituais sozinha, e depender para tudo de terceiros. Nossa, foram os piores dias da minha vida!


"Dia 02/10/2008(quinta) --> Dia 04/10/2008(sábado)"

Permanecia na UTI, fazendo exames, e inspirando cuidados.Ainda bastante confusa devido a muita medicação pesada que estava recebendo até então.

"Dia 05/10/2008 --> Domingo!"

Já estava mais calma, porém ainda muito confusa, como se ainda não estivesse conectada 100% a minha relidade!
Mas este dia foi especial para mim, na visita da tarde, eu estava lá, tentando juntar as peças deste meu quebra cabeça louco, quando adentra no BOX que eu estava uma, garota toda animada de tiara de pompom, ligada no 220w...
Fiquei um instante olhando para aquela pessoa, e quando ela me tocou, foi como um choque!
Sabe quando uma descarga elétrica percorre tu corpo?? F
oi mais ou menos assim...
Era minha prima de São Leopoldo, "Aline", sim, ela mesma! A responsável por revolucionar a UTI. Conversou em altíssimo astral comigo, ela disse que ia comprar um biquini para mim, mas que achou por bem esperar que eu saísse par
a que pudéssemos comprar juntas!
Pôs a tiara em mim e batemos foto!!! hehehe
Como a visita tem que ser rápido, ela escreveu um bilhete para mim, colou na parede do meu lado e logo ela saiu e entrou meu primão Léo(irmão dela), outro maluquinho que eu AMO muito!
Ele tb bateu foto comigo, acreditem, a enfermeira que ti
rou! hahaha Tb escreveu um bilhetinho e saiu para que minha madrinha e tia Linda Nira entrasse! Ela fez o mesmo!
Fiquei emocionada com aquelas visitas! E isso que descobri que era a 3ª ou 4ª vez que o Léo e a tia vinham. Mas como eu não lembrava né? Fiquei no vácuo! hehehe
Depois entrou meu pai, mãe e irmã!
E meu pai ligou para minha filha e depois de 20 dias OUVI A VOZ DA MINHA FILHA!!!
Chorei horrores, e a enfermeira chefe Grazi, vendo a cena, permitiu que na visita da noite meu pai entrasse com ela, por alguns minutos.
Gentem, eu surtei!
Passei o restante do tempo contando os minutos, tinha um relógio bem na minha frente, e anciosamente aguarde o horário!
Não tenho condições de relatar o que foi vê-la entrand
o naquele box...
Ganhar o beijo e o abraço dela foi tudoooooooo!!!!
Renovei minhas forças, minha fé e minha vontade de viver! Tudo para suportar o que ainda tinha que aguentar por vir!!!

No horário da noite então, a visita mais aguardada por mim; tive que segurar forte as lágrimas que queriam rolar quando vi aquela menininha entrando na UTI, subindo na escadinha para me dar um abraço e um beijo.
Uma das cenas que jamais em minha vida eu vou esquecer, é ela tentando evitar o choro, porque a enfermeira havia pedido à ela para que não chorasse e nem me fizesse chorar, pq a mamãe não podia se emocionar.
Imaginem aquele toco de gente, com 5 anos, a mais de 20 dias sem ver a mãe dela, sabendo que tinha me acontecido algo sério, pq viu e ouviu o avô dela, o pai, a avó, enfim todos aflitos, e ali na minha frente
engolir a seco o choro???
Descobri que minha f
ilha tem uma força enorme, é tão guerreira quanto a mim.
Nós ficamos ali, nos olhando por um tempo, e comecei a perguntar coisas sobre ela, a escolinha, e pedi se ela ainda sabia rezar, e ela disse que sim e rezava todos os dias por mim.
Então segurei na mãozinha dela e rezamos juntas, segurei firme, enchi os olhos de lágrimas e foi um dos momentos mais fortes e lindos que passei por lá.

Dar tchau a minha pequena foi duro, mas imaginei um "até breve" e com a certeza no coração de que seria muito breve, e sendo assim buscar forças para superar a tudo isso que me acontecia!


"Dia 06/10/2008 --> Segunda-feira!"

Permanceia na UTI, porém com a maravilhosa notícia que no dia posterior, se tudo corresse bem com o resultado da minha tomografia, Dr. Luciano Gross(pneumologista) me daria alta da UTi e iria para o quarto. Ufaaa
Passei minha segunda feira anciosa e querendo que o tempo voasse!!!
Bem enfrente aos meu solhos, encima da minha cama, tinha um relógio, que tinha uma coloração diferente para os horários de visitas, e confesso que depois de passar um longo tempo olhando aquele relógio, garrei um ódio de relógios que vcs nem imaginam!!! hehehe

"Dia 07/10/2008 --> Terça-Feira!"

Enfim saí da UTI... UFA!!!
Fui para o quarto 221b no final da tarde, e muito, mas muito feliz por estar pulando esta etapa!

Meu pai e meu marido me esperavam no quarto! Foi bom D+ poder sair daquela UTI, e me lembro de ter ficado emocionada por poder ver a luz do sol, e a paisagem que tinha da janela do quarto, muito bonita por sinal, um céu límpido e azul, pinheiros e pássaros no céu!!!

"Dia 08/10/2008(quarta) --> Dia 09/10/2008(quinta)"

Ainda no quarto,já tinham retirado o meu oxigênio, estava fazendo a fisioterapia motora e respiratória. Movimentava muito pouco os membros inferiores, e isso me encomodava muito!
A sensação de estar inválida me deixava atordoada, porém Dr. Fábio(fisioterapeuta) me animava dizendo que seria um estado passageiro.
E como sou anciosa e quero tudo para ontem, tentava imaginar quanto tempo perduraria aquela situação toda. Um verdadeiro terror!!!
No quarto recebi a visita da Tati Brenner minha mestra, Déia amiga linda, Tia Bebela e prima Cinara, Dindo Cirilo, Tia Mere, Cumadre Siliane, Tia Suzete, Cumadre Charlene, Amigos do Samae(emprego do meu pai), Tadeu amigo queridíssimo,
Tio Vilson, prima Cristiane, sem contar óbvio minha mãe, pai, marido, Duda,as minhas enfermeiras "anjos" da UTI Chiquinha, Grasi e Dani, minha psicó
loga Rosimere que não só no quarto mas TODOS os dias foi me ver incansavelmente...
Nutricionista Sabrina que me auxiliou muito, enquanto a minha nutri Sandra estava em viagem.
Fora as muitas ligações de amigos, parentes e até amigos virtuais, minhas amigas da comunidade de Gastroplastia que ligaram para saber como eu estava, valeu meninas AMOOO VCS!!
Mas a minha visita mais aguardada foi a do meu ANJO ILUMINADO Dr. Luciano Santos...(ele estava numa convenção no exterior e por alguns dias fiquei sendo assistida pela sua substituta)

Foi inesplicável ver aquele rostinho na minha frente...
Nossa, bom d+ poder ver ali meu anjo salvador!
E pra não perder a força do hábito, ele logo tratou de me tirar da cama, me sentou no sofá, e entrou em contato com meu pneumologista Luciano Gross e solicitou minha alta!
Queria me ver em casa, solicitou atendimento domiciliar com a Home Care da Unimed e disse que no outro dia estaria em casa!
Gentemmm eu surtei...Não sabia se chorava ou ria ao mesmo tempo!

"Dia 10/10/2008 --> Sexta-feira!"

Passei o dia relativamente bem, e amparada pelo meu marido e pela Tia Mere tomei um banho para esperar a minha alta.
Dr. Luciano passou lá, assinou os papéis, e logo após passou meu outro Dr. Luciano, só que o GROSS(pneumo)...Na minha vida sempre é duplo tudo, então eu tinha que ter DOIS Drs. Lucianos como ANJOS!!! hahaha
Ele tb assinou a alta, antes me explicou os cuidados que eu precisaria tomar, relatou que o que eu tive fora deveras sério, grave mesmo e que eu tinha que tomar cuidado e refazer os exames após 30 dias!
Como eu ainda não caminhava sozinha, fui trazi
da para casa pela S.O.S UNIMED, hehehe e como ainda estou no tamanho "ExtraLarge" hahaha fui conduzida por DUAS ambulânias, óbvio que eu vim e uma e a outra fora necessário só por causa
dos paramédicos, que cada ambulância tem 03, mas eu precisava de uns 06!!!!
Minha casa é cheia de escadas, o que dificultou o processo, mas degrau por degrau subi amparada por eles.
Um de cada lado dos meus braços, um levantando minhas pernas nos degraus, um me puxando pela frente, e outro empurrando meu popô...hehehe
Cheguei exausta em casa, porém muito feliz em rver minha casa depois de 25 dias!!!
Minha Tia Mere estava comigo, me auxiliou junto com meu pai a ir para a cama e eu sei que eu dormi de tão cansada que eu tava!


"Dia 11/10/2008 --> Sábado!"

Em casa então começou minha fase de adaptação a tudo... Alimentação, movimentação, respiração, e curativos da scarra que criou nas minhas costas, devido ao tmpo imóvel que passei na UTI.
Todos os dias recebia a visita da HOME CARE da Unimed, enfermeiras que faziam meus curativos, e fisioterapeutas para a fisioterapia, e duas vezes por semana médicos, para uma avaliação geral.
Confesso que minha alimentação no início estava muito complicada, precisei tomar remédios prescritos pelo meu médico, pois vomitava muito, sabe a famosa "BABA de ALIEN"??
Gentem eu vomitei muitooooooo isso! Me lembro de ter tido só um dumping, mas a BABA...MEU DEUS!!!
Porém com o tempo e os remédios tudo foi se ajeitando.

Hoje a BABA de ALIEN só aparece quando extrapolo e como alguma coisa que não deveria ter comido, mas a teimosia ainda impera e ela sempre aparece para me castigar hahahaha


Apartir daqui meus amores, minha rotina não mudou muito não,
tirando um susto que tive uns 15 dias depois que eu tava em casa, aonde precisei chamar o S.O.S e me levaram para o hospital com suspeita de a embolia ter voltado, porém graças à Deus foi só um alarme falso e tive a falta de ar por estar fraca e não conseguindo me alimentar direito! Amén!!! Nossa, mas passei um sufoco FDP!!!

Fiquei por 2 meses com o atendimento da Home Care,
ganhei alta dia 15 de Dezembro de 2008. A scarra estava quase cicatrizada, mas já podia fazer sozinha um curativo simples mesmo.

Meu Natal foi em casa mesmo,comemoramos eu, meu pai, marido, filha e minha amiga Grazi Batecini com a mamy dela Dona Mida. Tava muito bom mesmo ficar em família, entre amigos.

Repetimos a dose no ano novo, ficamos por casa mesmo, desta vez só so RUIVOS, eu, pai, marido e filha, ahhh claro com meu cachorro Huck Ruivo, hehehe uma figuraça!!!
Fizemos um churrasquinho, brindamos e assistimos os fogos, e tb foi MARA estar entre pessoas que a gente ama!

Agradeci muito à Deus pela dádiva da minha vida, pela 2ª oportunidade que ele me deu, agradeci minha Nossa Senhora, minha mãe maior pela proteção, e por ter segurando na minha mão em todosos momentos e pedi somente que se eu continuar sendo merecedora, que continuem a proteger a mim e minha família com saúde, pois o resto a gente corre atrás.

Então para encerrar meus posts e esta história comprida de
como foi minha gastroplastia em 2008,
quero agradecer de coração à todos que de alguma forma estiveram ligados à mim,
sejam em orações, jejuns que alguns parentes queridos fizeram, visitas,
pensamentos positivos, mensagens no meu celular, ligações, scraps, e-mails,
de amigos,parentes, amigos virtuais, médicos, enfermeiros etc...

Não tenho como agradecer à todos, seria humanamente impossível, sendo que recebi o carinho de conhecidos e desconhecidos,e não há dinheiro que pague por este carinho.

Porém para o resto da vida vai permanecer no meu coração e na minha mente, todas estas demonstrações de amor e afeto recebida.

Valeu mesmo gente, de coração o meu muito OBRIGADA, eternamente OBRIGADA!!!





Encerrei meu 2008 VIVA,
com saúde, "35kg" mais magra
e junto com minha família, acho que mais
que um bom motivo para somente agradecer muito à Deus por TUDO!!!
E que venha 2009...!!!




12 comentários

Fatima Costa disse...

Nanny, é muito bom saber que tu estás de volta a ativa!Acompanhei sua tragetória, torci por ti e hoje lendo o teu relato me emocionei, principalmente com a visita da tua pequena(tb tenho uma de 4 anos).Parabéns Guerreira, que a partir daqui, tua tragetória seja coroada de sucessos! Bjos e um excelente Ano Novo pra ti e toda tua família. Fátima

Fernanda disse...

nossa!!!!!!!!!!! mulher..li tudinho pq quero fazer tb...parabéns..espero que a minha seja mais tranquila..Deus te abençoe querida

Sabrina Mix disse...

Oi, Nanny!

Que barra, hein?!

Mas que bom que você está melhor e fechou o ano com um saldo PRA LÁ de positivo, né?!

Você me inspira!

Beijos e sucesso!!!

Fabíola Rocha disse...

Oie Nanny...

Deus sempre esteve contigo!!!

Tenho certeza que 2009 será o nosso ano!!!
Beijoooosss

Tony Tonelada disse...

Poxa, fiquei impressionado com o seu relato. E que bom que agora vc ta melhor! Fiquei muito feliz!
Um abraço!
Tony

Liliam disse...

Parabéns pela Fé, pela perseverança, pela humildade de aceitar as dificultades e pela força de lutar para vencê-las. Tenho uma filha de 5 anos e estou me preparando pra operar em junho. Com certeza ler o teu relato me fez refletir mais sobre minhas escolhas, e estou certa que quero viver mais, e bem, pra vê-la crescer.
Obrigada pelo emocionante depoimento!

lxlMikalxl disse...

Emocionante... chorei muito aqui, principalmente na parte que você relata a visita da sua filha!

Parabéns pela força, pela coragem e pela bravura! Você realmente é uma guerreira!

Anônimo disse...

Querida Nanni,

Li com muita calma e com muita atenção o seu post; Confesso que fiquei um tanto assustada com a Evolução e as complicações no seu pós cirúrgico. Tenho lido muitos depoimentos a repeito das cirurgias bariátricas, poiS em breve irei fazer a cirurgia SCOPINARO DOMENE ABERTA.
Confesso a voce que sua história mexeu muito comigo, já estou com a documentação para serem entregues juntamente com o laudo da psiquiatra e da endócrina... mas..... ao mesmo tempo que sinto um certo temor depois disso tudo que eu li eu penso: "Se eu cheguei até aqui, não posso fraquejar, Deus sabe da minha necessidade..... ele vai me amparar..."
Assim como muitas mulheres eu me sinto prestes a renascer para uma nova vida, com muita saúde, paz, e muitas alegrias!!!!!!!!!!! Desejo lhe muitas felicidades e felicito lhe pela superação!!!!!!!!!!!!!! És uma mulher vitoriosa, gloriosa!!!!!!!!!! ABENÇOADA!!!!!!!!!!!
Que Deus triplique sempre a felicidade, prosperidade em seu lar!!!!!!!!!!!!
beijus e fique com Deus, sempre!!!!!!!!!!!!!

Angélica Godoy

angelmarc-35@hotmail.com

Giovana disse...

Muito comovente esses seus problemas pós-cirurgicos. Mas graças a Deus, tudo foi superado. Parabéns pela força ;)
Bjos
:*

Lu disse...

Nanny. Eu estava procurando algo na internete relativa a licença médica e me deparei com o seu blog e comecei a ler e ler. Parabéns pela brilhante história, pela grande família e amigos, que acrdito que seja mais de 50% de estímulo. Minha irma é fisioterapeuta respiratória e sei como são estes casos. Parabéns pelo médico e por sua grande auto-estima. Realmente gostei de graça e vou te colocar no meu blog como preferidos. O nome é tripolar: www.treseles.blogspot.com - beijos e fica com Deus.Lu

Lu disse...

Nanny. Eu estava procurando algo na internete relativa a licença médica e me deparei com o seu blog e comecei a ler e ler. Parabéns pela brilhante história, pela grande família e amigos, que acrdito que seja mais de 50% de estímulo. Minha irma é fisioterapeuta respiratória e sei como são estes casos. Parabéns pelo médico e por sua grande auto-estima. Realmente gostei de graça e vou te colocar no meu blog como preferidos. O nome é tripolar: www.treseles.blogspot.com - beijos e fica com Deus.Lu

disse...

Simplimente emocinante tua história!!!!

Agora é so colher os frutos e ser FELIZ! Bjos DE