terça-feira, 25 de agosto de 2009

A DOR de uma Separação!!!!


Boa tarde pessoal, estava com saudades de vcs.
Mas minha ausência em postar no blog é perfeitamente justificável...
Estou enfrentando uma turbulência na minha vida amigos, quem acompanhou meus últimos posts acho que se lembra que comentei que estava passando por uma crise conjugal, coisa que já durava alguns anos.
Fui casada por 7 anos e meio, e desta relação tive um fruto maravilhoso, minha filha Maria Eduarda de 6 anos.

Não quero expor aqui todos os motivos que levaram a nossa separação, porém ninguém pode me acusar de não ter tentado.
Conviver à dois é sempre muito complicado.
Não posso mentir que não tive momentos felizes, tive sim, momentos maravilhosos e é neles que me apego para recordar e seguir em frente.

Não tomei nenhuma decisão precipitada, fui amadurecendo dia a dia este rompimento, pesando prós e contras, e infelizmente a balança pesou mais para os "contras".
O complicado disso tudo é que a separação não foi de comum acordo, e por ser uma decisão minha pesa sempre mais para mim.
Eu sou movida por AMOR, sou uma romântica inveterada, canceriana nata e sem AMOR me desmotivo, pereço, e não consigo ser feliz!

Por alguns anos consegui conviver com o "Amor" que ele podia dar a mim, mas nesta relação eu sempre amei mais, tanto em sentimento como em gestos e atitudes.
Só que cheguei em um ponto que já não me bastava mais o que ele tinha a me oferecer.
Não o culpo somente não, também sou culpada e muito, pois acreditei que com a convivência faria ele me amar como o amei um dia...
Começamos nossa relação de um modo meio "torto" mas mesmo assim apostei minhas fichas, e não me arrependo não, muito pelo contrário, aprendi muito com ele, e acho que ele tb aprendeu comigo! Assim o espero!

Aprendi que é da personalidade dele ser assim, "amar" de uma forma diferente, por mais que já o tenha visto amar muito outra mulher e sofrer muito quando rompeu com ela, foi nesta época que o conheci, e vendo aquele amor todo, invejei aquele sentimento e o queria para mim... TENTEI gente, tentamos na verdade....

Só que depois de passar uma temporada naquela maldita UTI e ter quase morrido, chegar aos 30 anos fez eu repensar na minha vida, na segunda oportunidade que DEUS estava me dando.
Me imaginei mais 7 ou 10 anos vivendo assim, amando mais, pedindo atenção, carinho e mantendo mais um casamento de aparências do que de convivência e amor...

Visualizei meus 40 anos amargurada, rancorosa e vendo um filme da minha vida passar diante dos meus olhos sem ter pelo menos lutado pela minha felicidade. Não quero isso não!
A gente sempre acha que as coisas sempre serão mais fáceis do que parecem, ledo engano do ser humano pensar isso, sempre é muito mais difícil e como é!
Por mais que a decisão final e irredutível tenha sido minha, doeu por demais, vc se sente fracassada, impotente, e incompetente como mulher.

Vc se pergunta, o que ela tinha que eu não tenho? Porque não consegui? O que eu fiz?
Aí vc pensa que é o cocô do cavalo do bandido, se inferioriza, se sente um E.T e quer ficar reclusa e nesta opção vem a depressão pós divórcio!

Graças à Deus tenho família e amigos, e não são poucos.
Agradeço muito ao papai do céu por tê-los ao meu lado, principalmente meu pai, abençoado pai, e minhas fiéis amigas escudeiras que estão me dando suporte, base para superar esta fase pra lá de difícil. Acho que sem eles não conseguiria, já que preciso ser forte por duas, por mim e pela minha filha!

Esta por sinal, as vezes parece ser muito adulta para o auge dos seus 06 aninhos, porém em outras horas desmorona e deixa aflorar a criança que ela é.
Sei que ela sofrerá, está sofrendo aliás, impossível impedir este sofrimento, tenho pais separados também desde os meus 03 anos e sei muito bem como é isso; mas podemos nós adultos, seus pais colaborar para que este sofrimento seja o menor possível.
Espero poder contar muito com ele em relação a isso.

Sei que não está sendo nada fácil para ele, acho até que bem mais difícil do que pra mim, já que a decisão foi minha e ele não tem muitos parentes e amigos por perto( decisão tão somente dele deixemos isso bem claro), mas espero mesmo que ele após passar esta fase inicial, acertar o pensamento e pensar com a razão, possamos juntos amenizar o sofrimento da nossa filha que tanto para mim como para ele é a razão de nós existirmos.

No mais caros amigos, estou aqui, juntando os cacos na minha vida, e vivendo um dia após o outro, dando um passinho de cada vez.... Porém DEVAGAR e SEMPRE!

Meu emagrecimento nestes dois meses aí de turbulência, teve seus altos e baixos, perda de peso acelerada em alguns dias, platôs em outros, mas enfim, com a excelente equipe que tenho, estou sendo muito bem acompanhada. Ao todo foram-se 67Kg off, em 11 meses de gastroplastia!
Segunda agora dia 31/08 vou me pesar novamente e estou resando para chegar a casa dos 70 eliminados! Amém!!!
Mas é impressionante como as coisas mudam na pré e pós gastro... Antes da gastro com crises de ansiedade, ou qualquer estresse que a gente passava, eu costumava comer tudo o que via pela frente, se duvidasse comia a própria geladeira e chupava as maçanetas...hehehe.... Após gastro, basta estar ansiosa, nervosa, que não desce nem água! Tranca tudo, e se insistir em comer? Affff VOLTA tudo sem dó nem piedade... Ainda não achei uma explicação para isso, mas prometo que pesquisarei e em breve posto para vcs!

Obrigada mais uma vez pelo apoio, amizade, carinho e ajuda que tenho recebido de alguns amigos. Não tenho palavras para descrever o quanto os AMO e o quanto agradeço os gestos de amizade de vcs!
Valeu pessoal, valeu mesmo!!!!!

Era isso então pessoal, fiquem com Deus, cuidem-se e quando puder e der volto para dar notícias para vcs!
Bjokinhas


Obs.: Achei um texto muito interessante sobre "separação" e se puderem e tiverem um tempinho, leiam, é bem legal mesmo! Me ajudou a pensar e repensar bastante em toda minha situação.
Bjokas
Link do texto : "A dor da separação"

10 comentários

Atitude2009 disse...

Oi Nanny, sempre gosto das suas postagens, já q prefiro qualidade do q quantidade. Tbm estou passando pela mesma turbulência q vc, só q p/ mim é mais complicado, pois tem 2 pimpolhos (6 mêses e 3 anos e meio). Temos vidas parecidas, pois tbm sou obesa e tbm fiz 30 aninhos dia 17 desse mês e tomei uma atitude q vou emagrecer c/ Reeducação Alimentar, pois ñ tenho coragem ainda de encarar a redução. Se puder acompanhar meu blog e nos ajudarmos eu ficaria muito feliz http://emagrecendocomatitude.blogspot.com/
Beijos e força na peruca p/ nós...Bye By Priscila

иลииy'ruivo disse...

Priscila querida, obrigada pelo recadinho, já visitei teu cantinho e estou seguindo seu blog!
Bjokassssssssss

Emagrecida disse...

Amiga querida, na dor nos fortalecemos e é atravéz dela tb que damos valor as pequenas coisas! Sabes bem que estou aqui para o que precisar né?! bjos enormes no coração! Ah! Tô de blog novo! depois passa lá? aquele outro estava me dando problemas!Carol

Blogstars Light disse...

Querida blogstar,
To passando aqui pra informar pra você que o nosso blog " Blogstar Light" Está de volta!
Depois dá uma passadinha lá e confere ok?
Tenha um excelente final de semana!
Bjs

Heliane disse...

Amiga, sei q nossas palavras não são o suficiente para acalentar seu sofrimento, mas quero q saibas q estou aqui se precisares, e te apoio na sua decisão. BJKS do fundo do meu coração.

Lu Máfia disse...

Nanny guerreira, depois da GASTRO a gente toma coragem de fazer tudo... A gente se valoriza mais, se respeita mais e se AMA mais. É isso ai bola pra frente e nada como um dia apos o outro pra colocar as coisas no lugar.

Sabe que depois da gastro qdo tô ansiosa, com raiva, não desce nada e se insistir volta tudo...

Bjão!!!

Carolina disse...

Nanny, pelos post anteriores que acompanho, apesar de às vezes não comentar, imaginei o que estava rolando.
E te digo, por experiência própria e por maior que seja o clichê: PASSA.
A gente tem as pessoas por tempos pré estabelecidos por alguém lá de cima, pelo destino, pela intensidade ou seja lá que nomes vamos dar.
O que importa no final é saber que fizemos a nossa parte, desta forma é mais fácil elaborar o luto e seguir adiante.
Conta comigo, tá?
Força, fé e muitos beijos!

grazi-sul disse...

é complicado uma separação, mas acho que vc tomou a decisão certa. Hj vc pode estar sofrendo com ela, mas no futuro estará mais feliz e quem sabe mais realizada como mulher. bjs

*VAN* Emagrecendo... disse...

Oi flor vim te visitar e não te achei num dia bom, mas estou aqui pra te apoiar e escutar se precisar desabafar...meus pais estão passando por isso tbm e pra gente é difícil que só vê e não pode fazer nada, imagina quem está na situaçaõ ne´!
Mas é na dor que se fortalece, a alma enobrece...
Estou torcendo por vc tá!!!
Não se descuide, siga sua RA e cuide de vc mesmoooo!!!


Beijos querida!

Vanessa disse...

Querida, não fique triste...depois do nevoeiro, o Sol.
Estou visitando alguns blogs e decidindo se faço ou não a cirurgia: tenho tantas dúvidas ainda, e tenho medo.
Pense que Deus está te dando mais uma oportunidade de ser feliz, agora mais feliz e mais linda! Fique com você, cuide de você e da sua filhota: sua felicidade fará a felicidade dela.
Te desejo só sucesso e fique com o Pai.
Nem te conheço, mas se precisar de um ombro amigo, te garanto que o meu é bem fofinho. Um grande abraço!
Vanessa (vandiosil@gmail.com). ;)