quinta-feira, 8 de julho de 2010

31 aninhos, 1 ano e 10 meses de Gastro e 80 Kg a menos...



Resolvi fazer um RESUMÃO e um mini balanço geral sobre mim, sobre minha vida atual e minha GASTRO...

Meninas e meninos, dia 15 de Julho agora faço 1 ano e 10 meses de gastro e o que tirei de bom até aqui?
Foram 22 meses de aprendizado total e todos os dias aprendo mais e mais sobre esta técnica que me submeti, afinal das contas é uma condição que enfrentarei para o resto da minha vida. Porque? Porque escolhi isso para mim, desde pequena na verdade.... 1º com a fase de engorda, 2º com a escolha pela Gastro, pela minha vida e pela minha felicidade ao lado da minha família. Consequências? sempre têm, impossível não ter diante de decisões e escolhas tão importantes... Costumo chamar que as consequências um tanto desagradáveis da GASTRO, é o ÔNUS do BÔNUS!

Estou 80kg mais magra, e fazendo os cálculos simples, regra de 3 pura, eliminei 42% do meu peso! Pasmém 42%!!!
Ainda me faltam 25kg para eliminar, mas eu sozinha conseguirei apenas 15kg com muito esforço porque o restante é excesso de pele. Isso eu sabia desde o início, imaginem uma pessoa que pesava 190quilos, tendo 1,67 de altura, IMPOSSÍVEL não sobrar após eliminar 80 quilos o famoso "Avental", "Asa de Morceço", "Papada", "Pelanca nas Coxas", etc... Aqui que me refiro ao ÕNUS entenderam?

Mas tirando isso os benefícios de se ter eliminado 80 quilos são incalculáveis, impressionantes, indescritíveis... Poder fazer coisas simples do dia-a-dia que antes não conseguiria nem em meus mais insanos sonhos, é realmente gratificante. Amarrar um cadarço por exemplo, prender a presilha da sandália, subir um morro ou escadas sem ficar esbaforida,lavar uma louça sem precisar estar sentada, passar cera de joelhos no chão de casa, tarefas domésticas, tomar banho e exercer tarefas de higiêne pessoal sem demasiado sacrfício (vocês imaginam do que estou falando, já comentei aqui que nunca precisei de ajuda para executá-las , mas tive que fazer adaptações para isso não ocorrer), caminhar, correr, pular, etc... Coisas rotineiras e que para muitos é corriqueiras mas que aprendi a dar um valor descomunal para elas!

Para vocês terem noção da minha emoção, outro dia entrei nas lojas Pompéia para comprar roupas para minha filha e uns presentes, e vcs nem imaginam a minha emoção ao encontrar DUAS calças Jeans e uma bata muito lindinha que me serviram?? A venderora ficou sem entender muita coisa e eu?? Com um sorriso largo e iluminado no rosto!!!!

Semana passada passei por algo parecido na Renner, sim, encontrei duas sobre laguing por r$19,90 cada.... Quase enfartei!!! Antes minhas roupas mais baratas custavam R$119,00 uma reles blusinha, uma calça Jeans então? R$169,00 uma simplesinha!!! Não é de ficar feliz??
Parece coisa boba, mas para mim é muito mais que um sonho realizado, é uma VITÓRIA PESSOAL!

Mas então, outro dia uma prima minha me perguntou sobre o que seria os "entalos", "dumpings" etc..
Depois que fazemos a Gastro passamos por várias fases... No meu caso, determinado pela minha equipe (vai de cada uma isso ok?), eu fiquei + ou- 15 dias em cada fase inicial, vamos a elas:

1ª - Só Liquidos, caldinhos de "qualquer coisa" que vc ingere a cada 30 ou 45 minutos, em média 50ml. (vc cozinha uma sopa com carne e legumes, COA e ingere somente o caldo, ÁGUA mesmo sem residuos algum) Chás claros, água de coco, sucos ralos, etc...(Muito gelo de couve) hehehe

2ª - Creminhos, aqui vc cozinha a sopa, liquidifica e COA novamente. Nesta fase eu podia comer mingauzinhos, desde que coados devidamente. Chás e sucos também!

3ª - Pastosa, fase meio complicada, pois aqui vc volta a mascar, mastigar os alimentos, aquela sopa que vc faz com alguns legumes, proteína e carboidrato, vc não liquidifica mais, apenas esmaga com um garfo. Mas precisa estimular muito a sua mastigação e como toos sabem "Gordo" adora comer rápido e com muito pouca mastigação!

4ª - Aos poucos seu nutricionista vai liberando alimentações SÓLIDAS, acrescentando alimentos ao seu cardápio e vc voltando a sua rotina alimentar "quase" normal. Digo quase normal porque há relatos de gastroplastizados que ficaram com intolerância a algum determinado tipo de alimento. Eu não tive intolerância a NADA, exatamente NADA!

Nesta fase 4 é que vc, se não se policiar e mastigar corretamente passa pelos famosos "ENTALOS", sim porque seu estômago está reduzido e em muitas técnicas ainda há um anel de "silicone ou titânium" apertando a entrada da boca do seu estômago, então imaginem tentar passar uma melancia por um canal estreito? Não dá de jeito nenhum e a melhor forma de sair desta, é provocar o vômito, nem pense em beber líquidos; não adianta tentar empurrar com líquido se o canal está fechado só vai piorar a situação. Muitos gastrolastizados tem suas próprias técnicas de desentalo, euzinha se vejo que tá doendo muito, provoco o vômito; mas se vejo que só foi a forma como o alimento desceu, mas se eu levantar, caminhar um pouco, respirar fundo, massagear o esôfago vai passar então beleza, mas em no máximo 3minutos se não melhorei parto pra técnica do "vômito" mesmo!!! hehehe Mais uma vez, este é um dos Ônus do famoso bônus!!

Há outros Ônus "chatinhos" que a maioria passa, desconfortos passageiros como os famosos "dumpings" que já foi tema e um post meu mas que irei abordar novamente em breve.

Um dos mais desagradáveis para mim é as evacuações exageradamente fétidas, também explicado pela equipe médica ser normal em cirurgiados, mas enfim, complicado você estar fora de casa, vizitando alguém por exemplo ou no seu ambiente de trabalho e ter que usar o talete? Pior ainda, estar com gases? É bastante constrangedor. Em casa depois da gastro nunca mais faltou vidros de "BOM AR", uso também um frasco tamanho pequeno que carrego na bolsa. Por precaução sempre prefiro levar comigo. Ninguém é obrigado a ter desodorizador de ambientes em suas casas ou banheiros de empresas. Na dúvida e para não passar por constrangimentos, tenho sempre o meu...hihihihi Sério, não riam, é bastante eficiente e fica como dica ok?

Balanço geral da GASTRO?
**Extremamente feliz pelas minhas conquistas até aqui. Bastante confiante das que ainda preciso conquistar.
Conformada com os "ônus" que serão meus companheiros de vida, devido as minhas escolhas!
Muito convicta de que fiz as escolhas certas, e que se fosse preciso passar por tudo o que passei e ainda sei que vou passar, escolheria SEMPRE este caminho! Realmente VALE muito a pena!!!

Vocês lembram-se que em um dos meus últimos posts, comentei sobre minha separação, a dor de um divórcio e as fases que passamos com isso, sobre minhas neuras, problemas existenciais e etc...???
Bom, digamos que passei ou melhor passamos(eu e o meu "ex") por muitas fases complicadas, dolorosas, mas hoje estamos relativamente bem. Entre mortos e feridos salvaram-se todos hehe
Ele tem seguido a vida dele numa boa, tentando rearrumar sua vida e a convivência com nossa filha tem sido ótima. Nunca tive dúvida que ele era um ótimo pai.
Passada a turbulência inicial, sabia que a paternidade ia se sobressair.
Desta nossa história como diz ele, ficaram momentos belos, recordações eternas e uma filha lindaaaaaaaa que é nossa vida!!!
Sabemos que ainda é cedo, mas com o tempo as máguas serão esquecidas ou deixadas de lado e um bom relacionamento, uma amizade agradável na medida do possível irá se fortalecer!!! Tenho esperança nisso!!!!

Euzinha? Passei por algumas experiências profissionais depois daquela do meu penúltimo post, umas boas e outras nem tando, mas no momento estou a procura do meu lugar ao sol. Sei que logo logo vai aparecer!
Este mês que passou completei "3.1"... Comemorei numa pizzaria da cidade com amigos e familiares mais que especiais. tava BOMMM D+!!! Viver é sempre bom d+!!!

No campo emocional? Vai tudo se encaixando, tô deixando a água passar por debaixo da ponte, seguindo o curso do rio da minha vida.
Atualmente estou namorando, mas ele não é alguém NOVO assim propriamente dito, digamos que é um velho conhecido...hehehe Aprendi a olhá-lo com outros olhos, e me permitir experimentar novas sensações e emoções... Tem me feito muito bem! Acreditem, confiem! Descobri que "felicidade" realmente não é feita de grandes momentos, é eu sei parece clichê, mas é realmente feita de "pequenos" intantes!!!
Decidi arriscar, não temos como saber se algo dará certo se não tentarmos, aprendi isso a duras penas mas aprendi! Muita gente se pergunta, mas e se no final você(eu) se ferrar? E daí? Não há mal nem dor que dure para sempre... Caímos, sofremos, choramos, levantamos, sacudimos a poeira e aprendemos com nosso erros a seguir em frente. Simbora lá "TENTAR" de novo!!!! hahaha
"Se lá Vi" ... É a vida não é mesmo?

Balanço geral SENTIMENTAL?
To bem, tô viva, buscando minha felicidade. Namorando e me permitindo fazer e ser feliz!!


No mais por hoje era isso meus amores, agora que estou com mais tempo, pretendo aparecer mais vezes pelo meu blog! voltando ao "twitter" e com mais tempo ainda postando novas fotinhos!!!

Bjokas com muito carinho e obrigada pelos recadinhos maravilhosos de incentivo e carinho!

4 comentários

Carol disse...

Amiga querida, sempre te admirei, pela coragem, determinação e principalmete sua alegria e bom humor. Como meu prof. da academia disse, as dobrinhas laterais podem ser chamadas de "Suzy vai a praia(sempre de bóia"hehe! Sabe que quase nunca lembro dos ônus da cirurgia? Como vc bem disse, poder fazer coisas normais e entrar em uma roupa de loja normal é indescritível!
Que bom que está de volta. estava com saudades. Ah! E o amor sempre revigora, pode até estar com 3.1 mas o coração estando 0 bala, é sinal de vivacidade e pele macia!! hehe
bjos

Ingrid Cibele disse...

Fiquei muito impressionada com sua historia, parabéns

Deixei um selo de " Unidas Venceremos " para você no meu blog.

Beijos

Dr. André Eyler disse...

Que blog maravilhoso, que história!

Estou seguindo...

Abç

Bárbara disse...

querida adorei teu blog tua historia é muito linga guerreira nata torço por vc agora to seguindo!!!vitoria